jump to navigation

Rosetta Stone maio 16, 2010

Posted by danifarias in Utilidade Pública.
Tags: , ,
trackback

Tava entediada hoje, então resolvi aproveitar o tempo e aprender um pouquinho de sueco. Estou estudando com alguns livros; no entanto hoje resolvi testar o método Rosetta Stone, muito famoso entre o pessoal que quer aprender japonês pra traduzir mangá. :)

Pois é, você pode usar o Rosetta Stone pra aprender diversas línguas – na Wikipedia você encontra a lista completa (tem até latim!). Funciona assim: Tem um programa principal, o client em si, que é comum a todas as línguas, e os packs com as linguagens disponíveis. Você instala a que quiser aprender e começa. O programa te dá varias opções – curso completo, conversação, frases úteis…daí em diante é bem intuitivo. As imagens, lições e frases são as mesmas para todos os idiomas.

De har pennor.

De har pennor. *click*

Não há instruções ou nada do tipo; o programa apenas te mostra imagens e frases (escritas e faladas), e intuitivamente você vai completando os exercícios, que vão aumentando em nível de dificuldade. Há bastante repetição, e entre uma nova lição e outra você vai ser convidado a refazer exercícios antigos – isso é importante para fixar o conteúdo, mas tende a ser bem tedioso depois de um certo tempo. Não há teoria ou gramática alguma; a idéia é que você aprenda “por imersão”. Você aprende uma palavra, depois outra, e vai estabelecendo conexões, que vão ficando mais e mais complicadas. Em certo momento, você nem raciocina mais.

Achei interessante, divertidinho, e é uma forma ótima para aprender vocabulário e ouvir um nativo falando. Mas um livro faz muita falta! Ainda não consegui entender o sentido nos plurais e gêneros (sueco me lembrou bastante alemão – por que esse povo inventou de complicar ao invés de só tascar um “s” no fim da palavra pra formar o plural heim? :p). Imagino como deve ser aprender as declinações do alemão no Rosetta Stone….ugh. Mas com o apoio de um livro pra explicar melhor, ajuda um bocadinho. :)

E claro, o bom é ir devagar. Hoje passei a metade do dia nisso, e apesar de lembrar de várias palavras, as construções das frases tão bem confusas na cabeça. Amanhã vou olhar mais um pouco pra cimentar.

Hej då!

Comentários»

1. Pablo - maio 16, 2010

Então, eu tambem usei o Rosetta Stone por um tempo. Experimentei com francês, língua que já tinha feito parte do curso e com algum conhecimento, e russo, conhecimento nulo. Com russo, nao saí do canto. Com francês, as associações era bem fáceis, e apesar de sentir que o vocabulário melhorava, não sentia progresso algum além disso.

Ou seja, não gostei muito do método. Mas, pra ser sincero, não gosto muito do métido aprender sozinho anyway.

2. Gustavo - maio 16, 2010

Putz! Doidera aprender assim… não vi direito como é, mas parece bom só para vocabulário. Doidera msm heheeheh Alemão é msm chato o plural e etc, tu fez curso ou foi alone in the dark? Quero voltar pro alemão =/

Hej da é o que btw? =P E tem acento maluco diferente do tradicional é?

3. danifarias - maio 16, 2010

Hej då é tchau, Hej é oi. :3
Tem å, ä, ö, mas são considerados letras e não acentos. :p O å vc lê como se fosse o, ä como se fosse “ae” (em norueguês eles usam æ em vez de ä), e o ö é um “ao”. Nunca vou conseguir pronunciar isso direito. ¬¬’

Alemão eu tô aprendendo no curso, faço lá no Poliglota :D


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: